• Renato Martins

CURTAS E QUENTES: O DITO "EMPREENDER" QUER FALAR...





1- O Programa Empreender do governo do estado há anos quer falar... Não sei se todos os supostos empreendedores querem também, mas o programa sim, ante tantas omissões e flagrantes 'auditados' nos autos e nas ruas. No entanto, de 2014 para cá, alguns destes ditos empreendedores, sem plano de negócios algum e sem fiscalização nenhuma, se especializaram menos em empreendedorismos e muito mais em militâncias políticas, ou ainda algo mais tenebroso... Uma verificação na lista não deixará dúvidas. A economia do estado, os jovens e comerciantes em aperreio, e não são poucos, desaprovam essa conduta. O portal Correio mostra as irregularidades deste ano no programa, conforme os auditores do TCE constataram, ainda tem vereadores que se deram bem nessa frouxidão de critérios obscuros de liberação. Estes fatos recorrentes nas eleições anteriores, 2014, 16 e hoje, ano eleitoral de 2018, parecem debochar de todos os órgãos de controle. Um desprezar das leis por três eleições seguidas merece música do Fantástico? Bem mais que só a lentidão do TRE, que a justiça integralmente seja feita. Que o Empreender fale por si mesmo, pois a linguagem que os auditores escrevem tem: nomes; CPFs; lotações no estado; filiação partidária e ativismo calunioso e "amestrado" nas redes sociais da vida... Só não tem negócios. Somente isso.

"Toda facilidade indevida, mais que só facilitados, tem também os facilitadores"


2- A pesquisa Método/Correio, divulgada ontem 18/09, há 20 dias das eleições, mostra que a liderança de Zé Maranhão se consolida na liderança, também no segundo turno onde bate os dois adversários das máquinas. Como já dito, tal feito só é possível com uma mudança na pauta feita pelo próprio eleitorado, que abdicou de impressionismos de marketing e excessos das máquinas públicas, boas em campanhas mas péssimas em serviços, e, priorizou a honestidade e liderança do candidato. O resultado se confirma com o avançar dos dias.

92 visualizações