• Renato Martins

ESPECIAL: 5; 100; 200 MILHÕES. O QUE AUTORIDADES FALARAM E O QUE AINDA NÃO FALAM...


A máfia italiana tinha sua ética, seu código de conduta. O nome era Omertá. Essa ética envolve código de silêncio, e claro, serve de parâmetro para definir as formas como um membro cresce dentro da organização criminosa. Idealistas aí neste casulo são tratados como aborto, o meu caso na lógica da ORCRIM local. Isso forma o que antes eu chamei de “ranking” usado pela ORCRIM girassol numa ética análoga ao crime organizado. Fiz isso em carta aberta a imprensa em 2017, quando fui expulso dessa organização que pensava ser um partido idealista, sem direito de defesa. Também fazer o quê, a acusação deles no modus operandi dos mesmos era indefensável para mim que assinei todas as CPIs que interessavam ao povo e não fiz parte das tarefas sujas que se avolumavam em crescente efervescência, optando ter mandato e postura correta. Para o Idealista é rua, para malandros é caixa de vinho! A lista mostrará...


Mas se enganou quem pensava que tudo que falei era apenas a mágoa de um expulso do ninho das “virtudes” midiáticas. Erraram... Mais que nunca o tempo das verdades a bater na porta virá contando tudo; inclusive sobre os pegadores de propinas nas eleições de 2016 e a justiça será reposta. Na lista dos punidos eu sei quem estará. Na lista dos reparados sei também.


E a verdade agora não é mais dita apenas por mim. Uma vítima a mais, das ilusões pseudo-igualitaristas, que em geral ocultam líderes picaretas e que vingaram na minha ideologia em uma fase intelectualmente primitiva, cheia de boa fé, mas também de erro de leituras mais consistentes e amplas que hoje as faço avidamente.


Abaixo, de forma especial, vamos ver quem também se emancipou institucionalmente destas nuvens de mentiras e hoje vê com clareza toda a verdade cruel com os recursos públicos que agora se amontanha nos papos do Ponto de Cem Réis:


1- O chefe do Gaeco admite já ter “desenterrado” 5 milhões de reais de volta para a sociedade. E mais, espera trazer de volta ao menos, a astronômica quantia de 200 milhões de reais em propinas indevidas só na Calvário restrita as OSs da saúde estadual. A-b-s-u-r-d-o!

2- O importante jornal folha de São Paulo, fala concretamente em 100 milhões de reais usados para campanhas eleitorais da ORCRIM GIRASSOL nas últimas eleições. E todos que conhecem jornalistas da Folha como eu, sabem que eles só falam algo assim com as fontes na justiça já bem amadurecidas. Manda RC pôr eles na justiça, que lá ele pega o dele também... E vê se nessa audiência tu vai, caso siga minha sugestão.

3- E o que legitima alguém a usar o termo ‘ORCRIM GIRASSOL’? Notem que em minha carta aberta de 2017 eu os chamei de “grupo com ética análoga a do crime organizado” – é amigos! Nessa eu errei acertando- kkkk. Porém, para termos certeza do termo, transcreveremos falas do MP-GAECO e do Juiz Adilson Fabrício, o terceiro a falar neste tom, antes o desembargador Ricardo Vital e a juíza Andréa Gonçalves já tinham dito muito sobre a ampla ação da ORCRIM no caixa de impostos do estado. Observemos ATENTAMENTE O TEXTO ABAIXO:



3.1- Como posto acima, os fatos alegam que a ORCRIM existe há pelo menos 11 anos (período que acoberta o grupo na PMJP e governo estadual), deixando poucas margens para quem ainda não crê na ORCRIM GIRASSOL e seu tamanho GG gigante tanto em idade como em extensão. Quer mais provas?



3.2 Mais uma vez a justiça não deixa brechas para meio entendimento. São muitos os órgãos, sobretudo a educação e a saúde que são bilionárias. E não se trata apenas de OSs, há também fornecedores de bens e serviços diretos a compor esse modus operandi da ORCRIM GIRASSOL. E mais, numa postura pedagógica exemplar, a justiça tenta ainda alertar a população para saber bem, como esse tipo de gestão pública funciona; leiam atentamente:


Para os resistentes que ainda relutavam em dizer que o trio L: Livânia; Leandro e Laura ainda estavam sobre as regras da OMERTÁ na base da ameaça grosseira do “ninguém solta a mão de ninguém”, eis abaixo a prova de mais uma soltura, que como as outras, só ocorreu com a anuência do GAECO por haver COLABORAÇÃO PREMIADA. E COM MUITA COISA EM INVESTIGAÇÃO CONFIRMATIVA. NADA MAIS QUE ISSO.



NÃO MAIS TENDO A TRATAR CAROS LEITORES, AMIG@S... RESTA AGUARDAR O TEMPO DAS JUSTIÇAS. HAVERÁ MUDANÇAS EM TODAS AS CASAS REPRESENTATIVAS. E A JUSTIÇA VOLTARÁ AO SEU LUGAR JUNTO COM A VERDADE.


DÁ O QUE PENSAR:

Na sociologia aprendemos que todo grupo social fechado com regras e código de "ética" tem um líder, seja um imperador, um pajé, um aiatolá, um rabino, um soberano, enfim... Um chefão para chamar de sua referência:


166 visualizações