• Renato Martins

EXTRA: A DÉBÂCLE GIRASSOL DEIXA O PT EM STAND BY. VEJAM O PROVÁVEL PLACAR NO DIRETÓRIO DO PSB

Atualizado: 16 de Ago de 2019



Enganam-se os colegas de militância jornalística quando falam na recente divisão em 2 grupos distintos no partido PSB que governa o estado - o tal Girassol Raiz e o Girassol Nutela. Na verdade, bem depois do que ocorreu comigo e denunciei, assim como após a exposição pelo GAECO e justiça da existência de uma ORCRIM GIRASSOL; só restou dois grupos de filiados: O Girassol que não teme o chegar das 6 da manhã, e, no lado oposto, os abastados, que entram em pânico quando vai se aproximando esse horário.


O curioso é que entre estes dois lados, claro, sem garantia de pureza nenhuma nas suas composições, dado as misturas, os membros mais assustados hoje antecipam uma disputa pelo controle partidário com fins a se protegerem do que está por vir usando a máquina partidária como escudo. De um lado o governador atual, do outro o ex. Os que temem às 6 da manhã querem no comando o espírito de bravata e a dissimulação do ex para enfrentar a investigação que assoma, no entanto, não querem perder seus cargos. Já o atual, não quer mais vínculo com os que temem o chegar das 6 da manhã e, até para se defender destes, ou controla o partido ou, o que ele mais deseja, vai sair do mesmo. Soltar a mão deste leme flagrado em falcatruas.


Interessante nisto tudo é o porto seguro do grupo perdedor, seja qual for ele. O caminho destes provavelmente será o PT. O PT já tão massacrado atualmente (novamente na verdade) pela riqueza de detalhes da última delação de Palloci, logo mais poderá receber o ex, ou, mais provavelmente, o atual governador do estado. Digo isso por tudo que me contam os amigos da turma que não teme o chegar das 6 da manhã e alegam que o resultado no diretório estadual é amplamente favorável ao ex Ricardo Coutinho.


Portanto, RC, num levantamento feito para mim por pessoas de dentro, deve se manter no comando do PSB com uma vantagem de 30 a 14 diretorianos da esfera estadual. Mais que o dobro. Tudo pronto para o golpe que expulsará Edvaldo Rosas da presidência – no jargão bem comum a estes.


Nada resta portanto a João, e os que não temem o badalar das 6 da manhã, que procurar outro partido. E, como já dito acima, aposto que não será o Avante, será o PT.

542 visualizações