• Renato Martins

NOVAS CURTAS DO RENATO MARTINS

1- João Azevedo tem outro campo de batalha também a se preocupar: Questões que permeiam o pesadelo de muitos pretendentes, João tem a responder pelos recursos que eram para terem virado um hospital em Caçimba de Dentro, mas que teve seu uso desviado, e como resposta, sua pasta resolveu, adivinhem amig@s? A solução mágica de sempre para estes - FAZER NOVA LICITAÇÃO PARA CONSTRUIR COM MAIS DINHEIRO PÚBLICO O QUE JÁ ERA PARA TER SIDO FEITO HÁ ANOS, PORQUE FOI PAGO INTEGRALMENTE HÁ DOIS ANOS - A população sofre. O dinheiro não se sabe pra onde foi. O TCE e o MP acionados neste caso desde 2016 e em novo ritmo de trabalho. Esperemos que o hospital seja feito sem mais gastos e com os culpados devidamente punidos. João pagou a maior parte desta NÃO OBRA, o resto outra gestora pagou em benefício ainda em apuração, mas não do povo. Imaginem medições falsas e outras coisas mais a permitir se pagar algo não realizado tão visível quanto um hospital inexistente. Uma caçimba de irregularidades. Por isso certo mesmo, só quem andou certo sempre.



2- SOBRE a Copa o Brasil hoje ocupa o futebol que atribuíamos à Alemanha. Consistente. Cheio de jogadas prontas, sem deslumbre, mas eficiente em equipe, humilde para se retrancar quando preciso e cirúrgico ao ir ao ataque sem abrir demais a guarda. Futebol científico próprio dos alemães. O que nos torna Favoritassos.


3- Essa possível aliança PP e PSB reeditaria a dobradinha "executora" do JAMPA DIGITAL e todos os seus famigerados e ainda pouco esclarecidos desdobramentos que envolvem o deputado Agnaldo e o falecido ex-secretário por ele indicado, Paulo Badaró, juntos com o então Prefeito Ricardo. Todos terão mais que as urnas a julgar esta aliança, pois também o Supremo está a julgar o desvio de recursos comprovados pela PF e o STJ que investiga o assassinato de Bruno Ernesto, neste caso sem citação alguma de Agnaldo. Que, aliás, se defende dizendo de tudo que não participou da fase de pagamentos nem apoiou a chapa de 2010 que teria recebido os recursos do JAMPA. Enfim... Com a palavra a justiça federal.


4- Todos os pré-candidatos estão andando muito pelo interior. Onipresentes. Alguns poucos estão encontrando estímulos, outros, não. Daí, inevitável não se falar em prováveis mudanças profundas nas chapas ventiladas. Candidato certo mesmo só tem pela integridade do tempo o senador Maranhão. Que nunca hesitou. O resto todos capitularam mediante obstáculos sejam reais ou imaginários. Enfim, alguns não confiam em seu taco tanto quanto verborrageiam. Sabem separar o que é propagada que faz de si sobre o que é a realidade mesmo. Essas hesitações fazem até a militância destes, que são enormes em termos de prestadores e comissionados estarem também fraquejando ante tanta virada de costas da população. Aguardemos.


4- Outro fator são as questões da justiça. Todo dia tenta se postergar um julgamento aqui outro acolá. Até quando??? A Polícia Federal o MPF e a CGU por vezes fazem sua parte, mas, a justiça sobretudo a superior, não pune ninguém. Aliás nem Julga. Ah com menção honrosa ao TRE no auditado e explícito caso EMPREENDER.


5- Agradecer a enorme receptividade ao nosso Blog. Aqui sua voz tem vez. Basta contactar pela zap 988218559.

371 visualizações