• Renato Martins

O QUE A ENQUETE JÁ NOS DIZ SOBRE SUCESSÃO PMJP 2020



A enquete promovida pelo popular site Bastidores da Política, não tem valor científico de representação do todo social. No entanto, nos permite fazer inferências de forma certeira a tomando como uma sondagem que prova duas questões bem claras. Antes de falar delas é preciso registrar a seriedade da enquete, posto que em outras do mesmo tipo, de um mesmo IP se poderia votar muitas vezes, o que não ocorreu nesse caso, comprovando lisura. A participação de 2657 internautas nesta condição é também muito significativa.


Voltando a minha leitura, me parece que a vitória de Helton, nos números da foto acima, que não tem máquina com cargos, nem grupo denso para artificializar resultado, pelo contrário até, aponta o caminho de novidades para esse processo eleitoral. E logicamente aponta um perfil desejado pela maioria. Podemos ler que a conjuntura está propicia para perfis que tenham experiência administrativa mas não sejam políticos medalhões, visto que estes, quando prefeitáveis, quase que inexoravelmente estão envolvidos em gambiarras e por aí vai. Penso que ao elevarem Helton ao debate, a leveza de postura e a capacidade de ser síntese num momento tão forçosamente e bizarramente bipolarizado do país, parecem pontos que essa maioria pró Helton revelam querer botar na ordem do dia. Resumo: O perfil que mais agradou tem tolerância, diálogo, experiência e resultados administrativos na gestão pública, é conhecido no exercício de sua função e tem honestidade inquestionável. Sem arranhões. Por essa trilha me parece que sairá o futuro prefeito a se tirar pela enquete/sondagem. Não necessariamente levo como definitivo a figura de Helton em primeiro, dado os limites do método de uma enquete, mas tomo como certo o perfil que essa maioria de formadores de opinião, livremente atinaram de forma coerente com o que se escuta nas ruas.

Me pareceu também que, mesmo com máquinas, o relativo baixo desempenho dos nomes favoritos tanto dos girassóis (RC) como dos cartaxistas (Diego Tavares) - a questão do candidato 'Puro Sangue' - merece revisão; pois a ideia de novidade se sobrepõe quando coexistindo com experiência de gestão e certa distância de caciquismo forçoso, tão forte no PSB. Tudo isso, é claro, com o rigor da honestidade na frente em tudo por tudo; não só sendo: mas parecendo também (como o mito sobre a mulher de César).


Ressalto também que os números de Helton somados ao popular Walber Virgulino e seu intenso mandato, com os do carismático e competente Eduardo Carneiro que tem se destacado acertadamente pela defesa do verdadeiro empreendedorismo como alavanca do desenvolvimento social, destaques fortes desta enquete, todos com personalidade própria, mas tem em comum serem defensores da gestão Cartaxo. Essa condição positiva dos nomes próximos ao prefeito da capital mostram uma tendência de Cartaxo poder fazer sucessor, desde que ouvindo bem o clima das ruas... E sobretudo acertando no perfil a ser apresentando. Pois entendo que o perfil vem antes dos nomes. Essa é a tarefa mais importante de todos os bons partidos no momento - ler o perfil para depois ver nomes.


DÁ O QUE PENSAR:


Amanhã vai ser outro dia...

414 visualizações