• Renato Martins

POMBAL - CAPITAL POLÍTICA DA PARAÍBA: CÁSSIO, ZÉ E HUGO HOJE NO MESMO PALANQUE.




Pombal terá seu termômetro ainda mais ampliado. A cidade recebe hoje, domingo 16 de setembro, uma união de forças já fruto de muitas especulações. A maioria sobre um possível segundo turno. No entanto, outros analistas mais afoitos, ou mais atentos, não sei se estão certos, dão conta que talvez os fatos indigestos de bastidores possam convergir para uma união processual em áreas onde o eleitor é o protagonista da aliança. Não mais os líderes partidários. Desta feita, até muito salutar para a democracia, vejo esta eleição como um divisor de águas onde o cidadão-eleitor demonstra a cada dia estar menos ligado em marketing do que em currículos. Serviço prestado. Não vemos impressionismos a mobilizar pessoas com nada que não seja experiência comprovada e honestidade. O eleitor assumindo que é "chefe" dos seus impostos. Não terceirizando mais sua posição, sua primazia. Nem para OSs que não licitam, nem para líderes que querem "adquirir" mentes como se compra dados falsos em mídia "semi-estatal". O povo neste pleito se desligou da propaganda 'bunita' e toda forma pobre de debater os sérios problemas da gestão. Sem as picaretagens e cinismos tendo mais a atenção do povo, 2018 pode confirmar o amadurecimento do eleitor. Por sua vez, Pombal, 16 de setembro, pode dar a largada de um novo momento da disputa estadual. Um reencontro de 3 lados opostos em coligações, mas que repõe a verdade dos números na mesa. E tem, potencialmente, como as presenças de Hugo Mota, Cássio e Zé no mesmo palanque sugerem: a força de unir o eixo de um projeto de desenvolvimento sob as ordens do eleitor, e não dos carcomidos bastidores. Acima até dos próprios candidatos. Neste jogo onde quem escala é o povo; me uno com pombal há tempos. Todos em Pombal!!! Deputado Janduhy convida...


421 visualizações