• Renato Martins

SANTA RITA NO FOCO: SOBRE FILTRO E VEREADORES - NO ÂNGULO QUE SÓ VOCÊ TEM...

Atualizado: 7 de Nov de 2019


Arte: Raquel Santana


Sobre filtros comprados em uma loja de Santa Rita entre 2015 e 17; primeiro saber se chegaram e onde chegaram. O contrato fala em 42,704 filtros ao preço de 139 R$ a unidade, sem licitação. Com exclusividade portanto. Gerando cerca de 6 milhões de retorno comercial aos envolvidos. A empresa que abriu em 05/2015 já abriu milionária. Precisa desenhar... Sim, então vamos lá, em agosto/2015 essa empresa novinha já tava nesse mega-negócio de filtros sem disputa alguma, seja com fornecedores, olarias, fábricas, outras lojas mais especializadas. Nada disso. E olhe que dessa secretaria gerida na época pela nobre deputada Cida, ainda vem o case da alimentação. As famosa três letras... Os contratos de comida podem ter relação com umas cestas básicas vistas em cidades como Mari por exemplo... Fora algo mais fixo mesmo. Ai falaremos de mais dígitos de milhões, Não só de 6. A Calvário já sabe bem de tudo. Aguardar...


Notemos que este fenômeno de abrir empresa e logo ter ela um contrato milionário estatal gerado de cara, tem nas OSs um farto histórico. Um absurdo desmeritocrático, contraproducente para trabalhadores duros no mercado - vítimas de um socialismo de araque. Por exemplo, Um politico do PSB implicado na ORCRIM, o vice-prefeito Aledson de Princesa Isabel, abriu uma empresa em Juru como dono de "Fato", pois pelo que a peça fala, ela passou em nome de laranjas, funcionárias de si mesmo, "pobres" assalariadas/milionárias, estilo gari-milionário - caso já em justiça há tempos, o que não o impede de estar na fila da Calvário. Pois bem... Um mês depois, análogo aos filtros acima, essa modestíssima empresa, já vendia milhões para as OSs do estado. Caso este, já citado e envolvido nas investigações mais avançadas da Calvário. Um modus operandi tipo ORCRIM que tinha sigilo do tipo ética de crime organizado.


A deputada Estela também ajudou com uma movimentação suspeita para a força tarefa da Calvário, ao dar título de utilidade pública para a Cruz Vermelha paraibana, esta até então atada em parcerias com a LOTEP, mas com este título passaria a poder receber os impostos, mesmo que recém-formada, recursos estaduais como sua co-irmã do RS, a de Daniel Gomes. o "Engenheiro" de OSs da saúde e educação. Coisas mais do tipo irão surgir... Empresas de sucesso relâmpago... Socialismo entre amigos.

Sobre os vereadores de Santa Rita. me parece que foram 11 presos, se a Calvário de pose da delação de Maria Laura agir amanhã por exemplo, teremos presos deputados e vereadores da capital aos montes... A cela ensejaria fortes "debates".


O irônico e trágico é que esses presos, se ocorressem ainda em tempo o encontro entre todos, em estando juntos, poderiam formar um partido no estado: O PCC - Partido dos Companheiros de Calvário. e vos digo; seria um partido bem grande em termos de mandatários ao menos...

0 visualização